A Assembleia Geral Ordinária (AGO) é um dos momentos mais relevantes na vida de um condomínio. Neste artigo, exploraremos em detalhes os temas que devem obrigatoriamente fazer parte da agenda da Assembleia Geral Ordinária.

Desde a aprovação do orçamento das despesas até a prestação de contas, passando pela eleição de cargos importantes, você terá uma visão abrangente dos assuntos que demandam a atenção dos condôminos durante a AGO.

De acordo com o artigo 1.350 do Código Civil, a AGO tem como finalidade a aprovação do orçamento das despesas, a definição das contribuições dos condôminos e a prestação de contas. Além disso, durante a reunião, os condôminos também têm a oportunidade de eleger um substituto para o síndico e de deliberar sobre eventuais alterações no regimento interno.

É importante ressaltar que a presença e participação ativa dos condôminos na AGO são essenciais para o sucesso da reunião. A transparência e o engajamento de todos os envolvidos são fundamentais para garantir a eficiência e a eficácia das decisões tomadas.

Além das pautas obrigatórias, a AGO também pode abordar outros assuntos de interesse geral para a comunidade condominial. Questões como obras e melhorias no condomínio, questões jurídicas e regulamentações internas podem ser discutidas e votadas durante a reunião.

Dessa forma, a AGO se configura como um espaço democrático no qual os condôminos têm a oportunidade de influenciar diretamente nas decisões que impactarão a vida no condomínio ao longo do ano.

A correta condução da AGO é de responsabilidade do síndico e da administração do condomínio. É fundamental que esses agentes estejam bem preparados para apresentar as informações de forma clara e transparente, promovendo um ambiente propício para o debate e a tomada de decisões.

Em resumo, a AGO vai muito além de uma simples formalidade no calendário condominial. Trata-se de um evento no qual a participação ativa dos condôminos é essencial para o fortalecimento da comunidade e para a promoção de uma gestão condominial eficaz.